Pages Navigation Menu

Inverno a estação da plástica!

Inverno a estação da plástica!

Se o verão é a estação para mostrar os corpos, o inverno é o de esculpi-los para que sejam exibidos sem preocupação durante o calor. Assim que, tomada a decisão de fazer uma plástica, a primeira época para realizar a cirurgia que vem à cabeça é o inverno.

E esse é um dos principais motivos que atraem as pessoas para a sala de cirurgia durante os meses frios, o pensamento é lógico: operar em agosto e setembro para chegar linda no verão. Como resultado, os consultórios médicos ficam lotados de pessoas interessadas na conexão acima.

Mas existem outras razões que acrescentam pontos a favor. Quais são eles?…. Sabe-se que no pós-operatório de cirurgia plástica corporal o uso da malha elástica compressiva é recomendado por um período de dois a três meses, em média. Sim, e daí? As malhas são confeccionadas com tecidos grossos e, normalmente, com reforço duplo, o que esquenta bastante. Além do mais, ficam coladas no corpo para que cumpram o papel de reduzir inchaços e hematomas.

Imagine você de malha em pleno calor de dezembro. Além do suor e aquela sensação de desconforto, pior ainda não poder usar aquela roupa que você tanto adora, ou seja, além de o visual ficar comprometido, você acaba entregando sua plástica (o que é ruim, caso a intenção seja mudar as formas de maneira sigilosa).

Imaginou? Bom, agora pense ao contrário, no friozinho fica bem mais fácil realizar as obrigações do pós-operatório sem que haja incômodos. Muito mais confortável, não acha? Já durante o inverno, as roupas mais fechadas escondem discretamente as malhas pós-cirúrgicas.

Quer mais um motivo? Já que repouso é palavra de ordem nessa fase de recuperação, nada como fazê-lo debaixo do edredom e em frente à TV.

Deixando o inverno um pouco de lado e retomando o assunto cirurgia plástica, você sabe o motivo pelo qual a drenagem linfática é tão importante no pós-operatório? Todo tecido que é submetido a um procedimento cirúrgico sofre algum tipo de lesão, que por sua vez será restaurado.

O processo de restauração recebe o nome de reparação tecidual e inicia-se imediatamente após a cirurgia. Durante este processo alterações como o edema (inchaço), equimoses (manchas roxas) e formação de tecido cicatricial (fibrose) podem estar presentes.

Como muitos já sabem, a fisioterapia dermato-funcional atua prevenindo e tratando tais alterações, o que possibilita uma recuperação mais rápida e evitando períodos longos de limitações, sem falar no alivio do desconforto, já que um dos benefícios da drenagem linfática é o alivio da dor. Falando em benefícios, a drenagem linfática estimula a regeneração dos tecidos, melhora o sistema imunológico, é relaxante e tranqüilizante, combate a celulite e a gordura localizada e ainda melhora a ação antiinflamatória do organismo.

Mas, atenção! O frio pode ser um grande vilão. É comum comermos em maior quantidade alimentos mais calóricos. Isso pode se transformar em uma verdadeira bomba para os resultados da plástica.

Agora pense! Ter uma recuperação saudável, prazerosa e, é claro, estar linda no verão. Melhor do que isso é ter tudo isso em casa, sem ter que se deslocar, sem transtornos com engarrafamentos incessantes. Melhor ainda é com a família, no convívio do seu lar.

Mas, lembre-se: na hora de escolher o profissional para cuidar de sua saúde, busque por um profissional especializado na área de dermato-funcional, que tenha experiência em pré e pós cirurgia plástica, bem como técnicas e aparelhos de última geração para cada caso e procedimento específico.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *